ago 302015
 

EXPANSÃO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO Apesar da crise econômica, o Banco Central prevê uma expansão dos mútuos imobiliários, com um crescimento acentuado dos empréstimos com taxas livres, isto é, com juros fixados pelo mercado. Apesar do grande avanço desse tipo de crédito no Brasil, que aumentou de 3% para quase 10% do PIB desde 2000, o BC e os agentes financeiros [Leia mais…]

ago 232015
 

CUIDADO COM AS SIGLAS Muita gente boa ainda comete sérios enganos na hora de explicar o significado de algumas siglas muito utilizadas no mercado imobiliário, fato que tende a comprometer a credibilidade do corretor ou da imobiliária. Um dos erros mais comuns é com o INCC, apurado pela Fundação Getúlio Vargas, que significa Índice Nacional de Custo da Construção e [Leia mais…]

ago 172015
 

NEGÓCIO SEGURO Para os investidores, a segurança do negócio é o item mais importante quando optam por aplicar no mercado imobiliário. Logo após, vem a expectativa de rentabilidade e o aumento do patrimônio pessoal. Dois terços dos entrevistados em pesquisa efetuada pela Lopes, disseram que pretendem adquirir dois ou três imóveis como investimento durante a vida. DÍVIDAS CONDOMINIAIS Quem compra [Leia mais…]

ago 092015
 

CRESCEM OS MÚTUOS COM FGTS A quantidade de financiamentos imobiliários com recursos do FGTS cresceu 25,4% na Caixa Econômica Federal, no primeiro semestre de 2015. Esses empréstimos tem taxas de juros que variam de acordo com a renda familiar e ficam entre 4,5% e 8,8% ao ano. O prazo máximo para pagamento é de 30 anos e o valor do [Leia mais…]

ago 022015
 

UM MANTRA NACIONAL Não importa a situação da economia, os investidores sempre estão atrás dos bons imóveis. Não por outro motivo, construtoras e incorporadoras buscam respeitar em seus empreendimentos o mundialmente famoso mantra: ponto, projeto e preço. Afinal de contas, são os famosos “3P” que determinam a liquidez e o lucro na revenda de um imóvel e o valor da [Leia mais…]

jul 262015
 

CAUTELA & CALDO DE GALINHA Diz o ditado popular – muito válido nos dias atuais – que cautela, assim como caldo de galinha, não faz mal a ninguém. Por isso, mais do que nunca o comprador deve exigir do vendedor não só todas as certidões negativas, pessoais e do imóvel que está adquirindo, como também certificar-se que os documentos apresentados [Leia mais…]

jul 192015
 

O PORTE COCHÈRE Muita gente perguntando o que, na prática, significa a expressão francesa “porte cochère”. É o termo utilizado para designar a via adicional destinada à passagem de carros, para facilitar o embarque/desembarque de pessoas e bagagens, bem em frente à entrada principal de uma edificação. Uma espécie de prolongamento da rua dentro do terreno do imóvel, com entrada [Leia mais…]

jul 122015
 

CROWFUNDING IMOBILIÁRIO Firma de porto Alegre lançou uma plataforma digital que busca unir pequenos investidores a incorporadores imobiliários. Pessoas interessadas em investir no mercado imobiliário acessam o site, escolhem um dos empreendimentos que estão disponíveis e aplicam a partir de R$ 1.000,00. O retorno do investimento ocorre após a comercialização da obra, com o lucro proporcional obtido. RETROFIT VALORIZADOR Comum [Leia mais…]

jul 052015
 

LOCAÇÃO EM CRISE Com o aumento do número de imóveis oferecidos para aluguel e com os inquilinos também sofrendo os efeitos da crise econômica, o mercado de locações enfrenta sua própria crise. Tanto que, em muitas cidades, os proprietários estão oferecendo descontos até há pouco tempo impensáveis, como, por exemplo, isenção de até três meses de aluguel. O CDC NA [Leia mais…]

jun 282015
 

SECURITIZAÇÃO CONDOMINIAL Representante da Câmara Gestora de Títulos Públicos indica a securitização condominial como uma excelente saída para a inadimplência condominial. Mais ou menos assim: um Fundo adquiri os créditos condominiais em fase de cobrança judicial e assume responsabilidade pelo pagamento integral de todas as cotas a vencer, permitindo ao condomínio o imediato restabelecimento de seu fluxo financeiro, recebendo ainda [Leia mais…]

jun 212015
 

AQUISIÇÃO EM LEILÃO As pessoas acreditam que comprar imóvel em leilão judicial é sempre um bom negócio. Mas, se o arrematante não tomar os necessários cuidados, pode ficar sem dinheiro e sem imóvel, ao menos por um bom tempo. Isso porque, devido a questões legais, muitas vezes o devedor, proprietário do imóvel praceado, ainda pode ingressar em juízo com recursos [Leia mais…]

jun 142015
 

LEGISLAÇÃO POSITIVA Levantamento do Cofeci junto à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal, mostra que tramitam nas duas casas legislativas 55 projetos de lei que causarão impacto no mercado imobiliário. Dentre eles, o que amplia o uso de recursos do FGTS para financiar lotes urbanizados com fins residenciais, e o que prevê a desburocratização da documentação para a concessão [Leia mais…]

jun 072015
 

SEGURO-FIANÇA Uma das garantias locatícias previstas na Lei do Inquilinato ainda é ignorada por muita gente: o seguro-fiança. Trata-se de garantia bem recebida por quem não tem fiador ou não quer pedir fiança, e também pelos locadores, na medida em que cobre todas as obrigações dos locatários, como aluguéis, condomínios, IPTU, multas e danos ao imóvel. O custo anual equivale [Leia mais…]

jun 012015
 

EM BOA HORA O Conselho Monetário Nacional autorizou os bancos a liberarem R$ 22,5 bilhões dos depósitos compulsórios da poupança, para uso em financiamentos habitacionais. Como o Conselho Curador do FGTS já havia permitido a utilização de novos recursos do Fundo com a mesma finalidade, serão injetados cerca de R$ 31 bilhões no mercado imobiliário a partir de 1º de [Leia mais…]

mai 242015
 

UMA ANÁLISE IMPORTANTE A empresa PriceWaterhouse Coopers, contratada para examinar o balanço da Petrobras, diz que, a longo prazo, deve-se apostar em imóveis, pois o potencial do País é enorme e há um déficit habitacional estimado em oito milhões de unidades. Segundo a PWC, a curva ascendente do PIB per capita continuará a se impor e as famílias vão continuar [Leia mais…]

mai 172015
 

DOAÇÕES SEM I.R. Muita gente tem dúvida se há algum limite para a doação de imóveis, sem que a transação seja taxada. Com relação ao Imposto de Renda, não deve haver preocupação; no entanto, dependendo do Estado em que o contribuinte reside, pode incidir o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD), a partir de um determinado valor. É [Leia mais…]