Últimas Notícias
Home / EAD / Alteração no código civil impacta carreira de corretor

Alteração no código civil impacta carreira de corretor

Quem pensa em exercer ou está prestes a dar os primeiros passos na carreira de corretor de imóveis vai encontrar um mercado que exige mais responsabilidade dos profissionais.

Isso porque, de acordo com o presidente do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), José Augusto Viana Neto, uma alteração no artigo 723 do Código Civil fará com que os corretores tenham de ter mais cuidados nas suas negociações, já que as chances de terem de responder judicialmente, no caso de algo dar errado, ficam maiores.

“Agora, o corretor tem mais responsabilidades, pois poderá responder na Justiça por qualquer coisa que não tenha sido informada ao cliente” , explica o presidente do Creci-SP.

Alteração

A alteração que impactou a carreira dos corretores diz respeito a duas expressões que foram retiradas do artigo 723 do Código Civil: “que o negócio requer” e “que estiverem ao seu alcance”. Abaixo a transcrição do Código antes da mudança:

“O corretor é obrigado a executar a mediação com a diligência e prudência que o negócio requer, prestando ao cliente, espontaneamente, todas as informações sobre o andamento dos negócios; deve, ainda, sob pena de responder por perdas e danos, prestar ao cliente todos os esclarecimentos que estiverem ao seu alcance, acerca da segurança ou risco do negócio, das alterações de valores e do mais que possa influir nos resultados da incumbência”.

Ainda na opinião de Viana Neto, apesar do impacto na profissão, a supressão das expressões citadas é benéfica para a categoria, visto que restringirá cada vez mais o mercado aos bons profissionais e porque traz reconhecimento à categoria. “De modo geral, a medida é boa para a categoria, pois reconhece o corretor como agente nas transações imobiliárias”.

Corretor

O corretor de imóveis, a grosso modo, é a pessoa que intermedeia as negociações imobiliárias entre o proprietário de um imóvel e a pessoa que quer comprar ou alugar o mesmo.

Para exercer a profissão, além da inscrição no Conselho Regional de Corretores de Imóveis do local onde irá trabalhar, o candidato deve ter ensino médio completo e curso de nível técnico em transações imobiliárias.

No que diz respeito ao salário médio pago aos profissionais da área, segundo Viana Neto, este tem média nacional de R$ 2.800 por mês.

Sobre Administrador

Veja também

Corretor de imóveis: evite o estresse no dia-a-dia e aumente sua produtividade

O mal do século no ambiente empresarial tem sido o estresse.  Nessa atmosfera de pressão, …