Últimas Notícias
Home / Sem categoria / ATENÇÃO ANTES DA VENDA É INTERESSE; DEPOIS, É RELACIONAMENTO.

ATENÇÃO ANTES DA VENDA É INTERESSE; DEPOIS, É RELACIONAMENTO.

Já tinha pensado nisto? Este poderá ser sem dúvida um dos princípios de um bom vendedor e de um bom negócio. Hoje, dedicamos este artigo ao comportamento com o cliente. Afinal é ele a razão da existência de qualquer negócio.

Após a aquisição de um bem tão valioso como um imóvel (esteja já construído ou não), o cliente passa por momentos de ansiedade, dúvidas sobre a aquisição do imóvel e nesta fase precisa de apoio. Nesta fase, a ideia é surpreender o cliente e contribuir para que a sua ansiedade seja controlada.

Uma construtora brasileira, já mencionada noutros posts, a Tecnisa inovou o relacionamento pós-venda e sem dúvida será um exemplo a seguir.

A Tecnisa definiu metas a atingir entre a compra e a entrega do imóvel. Este projecto envolve um circuito de informação ao cliente através de e-mail e SMS, e ainda, o envio de presentes que simbolizam cada fase do contrato, neste caso a construção do imóvel.

Quando ocorrido o fechamento da venda, a Tecnisa envia uma garrafa de champanhe para o seu cliente festejar. Dias depois é enviada uma pasta para que possa guardar e organizar todos os documentos relacionados com o imóvel. Simultâneamente é enviado um par de luvas e um capacete para que o mesmo possa acompanhar a obra. Quando a obra termina, recebe mais um presente e neste caso o mais esperado, as chaves do seu imóvel.

A Tecnisa trabalha o relacionamento e a marca. São estes argumentos que lhe conferem notoriedade e liderança de mercado e confiança por parte dos clientes. Todo este investimento no cliente faz com que 22% das vendas atuais sejam por indicação de clientes.

Mas sabendo a priori que não existem fórmulas mágicas para o sucesso, a melhor forma para gerar bons resultados é estar atento às mudanças, inovar nas técnicas utilizadas, fazer uma auto-avaliação da sua evolução e perguntar a si mesmo: “Se eu fosse o meu cliente?”:

– Acreditaria na empresa da qual sou dono ou represento?
– Confiaria no meu trabalho?
– Estaria satisfeito com o meu atendimento?
– Compraria o meu produto?
– Indicaria o meu produto e/ou serviço a um amigo?
– A qualidade do meu produto ou serviço vai ao encontro das minhas necessidades?
– Pagaria mais pelos benefícios que a minha empresa oferece?
– Por que motivos eu não deixaria de ser meu cliente e porquê?
– Que mediador/construtor seria a minha segunda opção e porquê?

Avaliar a nossa empresa é importante, avaliar o nosso produto é inovar, mas avaliar o nosso empenho e comportamento com o cliente é uma questão de sobrevivência e por isso temos que utilizar todos os recursos disponíveis para obtermos sucesso.

Fonte: http://ogestorimobiliario.blogspot.com (adaptado)

Sobre Administrador

Veja também

Marketing digital na sua empresa

Google Links Patrocinados A chance de sua empresa ter lucro com Google links patrocinados é …