Últimas Notícias
Home / EAD / Carreira / CRECI/MS pede a BB para que avaliações sejam feitas por corretores

CRECI/MS pede a BB para que avaliações sejam feitas por corretores

A superintendência do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul encaminhou à diretoria nacional da instituição solicitação do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis da 14ª Região (Creci-MS) para que as avaliações de imóveis em processos de financiamento sejam feitas por corretores de imóveis.

O presidente do Creci-MS, Eduardo Francisco Castro, recebeu o superintendente da instituição no Estado, Ricardo Lot, no fim de fevereiro, quando apresentou a demanda.

Durante palestra no dia 23 de março, terça-feira, o analista do BB, Flávio José Santos de Almeida, confirmou o encaminhamento do pedido. A resposta ainda é aguardada.Eduardo Castro lembrou que o corretor de imóveis é profissional habilitado para fazer tais avaliações, porque sua formação contempla o conhecimento do mercado imobiliário.

Durante a palestra, Flávio apresentou os números alcançados pelo Banco do Brasil em 2009, quando começou a operar no SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e destacou que a meta para este ano, em âmbito nacional, é dobrar o volume liberado.

Balanço do SFH – Em Mato Grosso do Sul foram R$ 10.612.000 financiados através da instituição, o que corresponde a 119% da meta estipulada para o exercício. Flávio apresentou as condições oferecidas pela instituição, como taxas de juros, prazo de financiamento e explicou o trâmite, ponto bastante debatido durante o evento.

Segundo ele, as análises de todas as propostas são feitas por São Paulo, mas o prazo médio para assinatura do contrato é de 30 dias. “Temos caso recente de um pedido simples que a assinatura ocorreu em 11 dias”, citou.

Ele diz que, apesar de a proposta ser analisada em São Paulo, o trâmite de documentações não é demorado, porque os papéis seguem por malote do banco e não pelo correio. Quanto ao atendimento, Flávio explicou que pode ser feito em qualquer agência para não correntistas e no caso de correntistas nas agências em que o cliente tem conta.

Segundo o analista, alguns convênios permitem financiamento de até 90% do valor do imóvel ou de 70% com prazo de 30 anos. Estes convênios contemplam servidores públicos estaduais e federais, servidores públicos municipais de Dourados, da Defensoria Pública do Estado, da Justiça Federal, Justiça Estadual, Justiça do Trabalho e Tribunal Regional Eleitoral.

A palestra integra o ciclo anual do Creci-MS realizado há 5 anos pelo Conselho e cujo ingresso solidário é 1 kg de alimento não-perecível. Os alimentos arrecadados são doados a entidades filantrópicas e creches.(Fonte: Creci-MS)

Fonte: Redação Capital News (www.capitalnews.com.br)

Sobre Administrador

Veja também

Corretor de Imóveis precisa vender benefícios

Nem sempre apresentar um imóvel para o cliente é tarefa fácil para o corretor de …