Últimas Notícias
Home / Editores / Carlos Alceu / Caixa Reativa Plano Empresário Para Construções & Outras Notas

Caixa Reativa Plano Empresário Para Construções & Outras Notas

CAIXA REATIVA PLANO EMPRESÁRIO PARA CONSTRUÇÕES
Depois das pessoas físicas, chegou a vez das empresas. A CEF está reabrindo a linha de crédito para construtoras, chamada Plano Empresário da Construção Civil, que estava fechada desde maio de 2015. Nessa modalidade, a Caixa financia o custo da obra diretamente à construtora, para que, após concluído o empreendimento, a dívida seja liquidada por meio da venda e do financiamento das unidades habitacionais aos mutuários.

CRÉDITO IMOBILIÁRIO CHEGA A R$ 22,6 BI NO SEMESTRE
No primeiro semestre do ano, os financiamentos para compra e construção de imóveis chegaram a R$ 22,6 bilhões em todo o país, com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. O montante ficou 49,5% menor que no mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, que vê sinais de que o patamar de financiamentos começou a se estabilizar e até sugere uma inflexão positiva.

BANCO DO BRASIL CRIOU O “BALCÃO DE IMÓVEIS”
O Banco do Brasil lançou o “Balcão de Imóveis” na internet, que apresenta ofertas com condições especiais para compra de unidades residenciais dos empreendimentos cujas obras foram financiadas pelo BB. Os clientes podem pesquisar e registrar interesse no endereço bb.com.br/imovelbb. Segundo o banco, já existem mais de 9.200 economias disponíveis em mais de 150 empreendimentos.

EMPRÉSTIMO COM JUROS (AINDA) BARATOS
Para quem, nesses tempos de crise, está descapitalizado e necessitando de dinheiro, existe um tipo de empréstimo que ainda cobra juros relativamente baratos: o mútuo com garantia imobiliária. Apesar de ainda pouco conhecida, essa modalidade, também chamada de “home equity” no mercado financeiro, exige que o interessado possua apenas um imóvel liberado e nome limpo.

FGTS NÃO PODE SER USADO PARA REFORMA
Os recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço não podem ser utilizados para a reforma de imóvel, mesmo que o interessado contrate um empréstimo com essa finalidade, na CEF ou em qualquer outro banco. O uso do FGTS continua restrito à compra à vista de um bem imóvel, como parte de pagamento e para quitação ou amortização de financiamento imobiliário.

CONDOMÍNIO CONDENADO POR QUEDA DE OBJETOS
Decisão judicial de segundo grau condenou um condomínio a indenizar transeuntes atingidos por cacos de vidro e pedaços de ferro que caíram do edifício. Para o tribunal, o fato de ter sido identificado o apartamento que originou o problema, não tira a responsabilidade condominial, pois a segurança da fachada é atribuição do condomínio. Ressalvou-se, contudo, a possibilidade dos demais condôminos excluírem suas responsabilidades perante o condomínio.

CEF DISPÕE DE VERBA PARA IMÓVEIS COM BAIXOS PREÇOS
A Caixa Econômica Federal remanejou R$ 1 bilhão do orçamento recebido pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, direcionado à linha pró-cotista, para a sua faixa 1, que atende financiamentos de até R$ 225.000,00. Também foram destinados R$ 700 milhões para a terceira faixa, que contempla valores acima de R$ 500 mil. No total, são R$ 3,8 bilhões disponíveis para a linha pró-cotista.

SISTEMA DE ENERGIA SOLAR NOS IMÓVEIS DO PMCMV
Proposta em tramitação na Câmara prevê que todos os novos imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida venham equipados com sistema de energia solar. Para o autor do projeto, isso não só ajudará o meio ambiente, como também possibilitará economia aos moradores. Uma outra proposta cria medidas que facilitam a aquisição de equipamentos de energia solar.

 

Sobre Carlos Alceu Machado

Veja também

Caixa Reduz Juros do Crédito Imobiliário & Outras Notas

CAIXA REDUZ OS JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO A Caixa Econômica Federal anunciou a redução da …