Últimas Notícias
Home / Editores / Carlos Alceu / Construtoras Suspendem Lançamentos & Outras Notas

Construtoras Suspendem Lançamentos & Outras Notas

CONSTRUTORAS SUSPENDEM LANÇAMENTOS PARA REDUZIR ESTOQUES
Diante da crise econômica, o setor imobiliário freou os lançamentos visando reduzir o alto estoque de imóveis novos ainda à venda. Segundo pesquisa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, os lançamentos devem continuar em segundo plano ao longo deste ano, prevendo-se uma retomada apenas a partir de 2018 – o que poderá gerar uma futura escassez de imóveis, com a consequente alta nos preços.

GIZ PODE EVITAR ESTRAGOS DECORRENTES DA UMIDADE
Em dias de chuva, junto com o frio, vêm os danos causados pela umidade. Por meio de manchas nas paredes, no teto e nos móveis, o mofo afeta diferentes cômodos da casa. Para minimizar as consequências desse problema, o ideal é optar por técnicas baratas como o giz de lousa, que por ter a capacidade de enxugar a água, é um bom método para prevenir os problemas com a umidade.

TRANSAÇÃO COM ANALFABETO EXIGE ESCRITURA PÚBLICA
Todas as pessoas que tenham dificuldade ou impossibilidade de ler e entender um contrato, devem seguir determinados procedimentos para que o documento tenha valor. No caso do analfabeto que deseja prometer comprar ou vender um imóvel, o instrumento jurídico apropriado é a escritura pública, sendo inválido um contrato particular contendo apenas a sua impressão digital.

CAIXA SUSPENDE FINANCIAMENTOS NA LINHA PRÓ-COTISTA
A Caixa Econômica Federal suspendeu o financiamento da linha Pró-Cotista, que destina recursos para a aquisição de imóveis com juros menores a pessoas que têm conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. De acordo com a CEF, os recursos disponíveis atualmente são suficientes apenas para atender as propostas de financiamento já recebidas.

FGTS JÁ FINANCIOU A CONSTRUÇÃO DE MILHÕES DE IMÓVEIS
A criação do FGTS, em 1967, trouxe consequências positivas para o mercado imobiliário. O saldo, hoje superior a R$ 400 bilhões, é muito importante no financiamento da construção imobiliária. A Caixa estima que, nos últimos 50 anos, o FGTS haja custeado 11,5 milhões de imóveis – um número que poderia ser maior, se os desvios de recursos ocorridos nas décadas 80 e 90 não tivessem ocorrido.

PREÇO DO IMÓVEL RESIDENCIAL FICA ESTÁVEL EM ABRIL
O preço médio de venda dos imóveis residenciais, em 20 cidades brasileiras, ficou estável no mês de abril, na base de R$ 7.696,00 por metro quadrado. Porém, considerados os últimos doze meses, houve uma alta acumulada de 0,69 por cento, de acordo com uma pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em parceria com o portal imobiliário Zap.

CRESCEU A TAXA DE RETORNO DE IMÓVEIS COMERCIAIS
A taxa de retorno total para quem tem imóveis comerciais cresceu 1,68% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o trimestre anterior (a taxa de retorno da renda cresceu 1,89% e a taxa de retorno de capital caiu 0,21%), segundo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas. No acumulado de quatro trimestres, a taxa de retorno total cresceu 7,94% (a taxa de retorno de renda subiu 8,48% e a taxa de retorno de renda caiu 0,54%).

VENDAS CAEM E RECEITAS SOBEM EM SÃO PAULO
Conforme o Secovi-SP, o número de imóveis vendidos na capital paulista em fevereiro deste ano caiu 4,5 % em relação ao mesmo mês do ano passado, mas a receita obtida com essas vendas aumentou 13%. A explicação para essa aparente contradição é simples: os imóveis que estão sendo vendidos atualmente, em São Paulo, são os mais caros e luxuosos; e eles não estão sendo comprados não por quem necessita utilizá-los, mas sim como uma forma de investimento ou “entesouramento” por parte de capitais financeiros.

Sobre Carlos Alceu Machado

Veja também

Sancionada a Lei Que Cria o Cartão Reforma & Outras Notas

SANCIONADA A LEI QUE CRIA O “CARTÃO REFORMA” Foi sancionada a Lei 13.439/2017, que cria …