Últimas Notícias
Home / EAD / Corretor de imóveis: dicas de marketing pessoal

Corretor de imóveis: dicas de marketing pessoal

Há muita gente utilizando a expressão Marketing Pessoal com o sentido de auto-ajuda. É claro que você pode usar a técnica para melhorar suas relações com os vizinhos, parentes, amigos, etc., mas essa é uma visão muito generalista da técnica. Em um sentido mais específico, Marketing Pessoal significa fazer com que o relacionamento de uma pessoa com o mercado de trabalho seja o melhor para ambos. No momento em que estamos vivendo, no qual a informação é uma mercadoria de alto valor agregado, o conhecimento de uma pessoa pode se tornar um produto atraente para as empresas. Desta forma, é preciso saber colocar este produto em destaque no mercado de trabalho.

O melhor Marketing Pessoal é aquele que não prejudica alguém e que, quando utilizado, propicia o desenvolvimento de um relacionamento duradouro entre as partes. Se um dos lados levar vantagem, o outro irá sentir-se inferiorizado e tenderá a sair da relação. Isto diz respeito tanto ao relacionamento com a empresa, quanto com os companheiros de trabalho, com a família e os amigos.

Para alavancar uma carreira é importante descobrir o que se gosta de fazer. Quem gosta do que faz, o faz com mais prazer. Por isto conseguirá atingir níveis maiores de excelência. Em segundo lugar, deve-se pensar a longo prazo. O imediatismo pode levar à busca de resultados isolados, que não colaboram com o desenvolvimento de um padrão sustentável de bem-estar pessoal. E, em terceiro lugar, não podemos nos esquecer que sofremos os efeitos de fatores alheios à nossa vontade, que irão ocorrer quer gostemos ou não deles.

Isto significa que temos de ser flexíveis às alterações de planejamento. Já passamos da fase do self-made man, aquela pessoa que, sozinha, resolvia todos os problemas, tomava todas as decisões importantes e era seguida e obedecida por todos os demais. Hoje, os melhores resultados são obtidos por equipes e grupos de trabalhos. Isto é muito fácil de se verificar nas empresas. Na minha juventude, o modelo ideal de liderança nas empresas era o do “feitor”: o chefe que era temido por todos e que sempre determinava tudo o que devia ser feito. Sua presença física era necessária para que todos cumprissem suas obrigações. Hoje isto não faz mais sentido. Os melhores líderes são os que acompanham os anseios de seu grupo e o
relacionamento intergrupal é fundamental para a consecução dos objetivos empresariais. Portanto, se colocarmos as ferramentas de marketing no relacionamento pessoal e profissional, veremos que um bom relacionamento na empresa é condição indispensável para obtenção de resultados.

Como agregar valores a um projeto de marketing pessoal? Não perdendo de vista que o resultado final será o conjunto de esforços de diversas partes envolvidas. Por exemplo: se nos esquecermos de nossa família para termos mais tempo para nos dedicar a nossa carreira profissional veremos, mais tarde, que não haverá como compensar esta lacuna. Portanto se nós não perdermos de vista o conjunto, poderemos avaliar melhor o que é bom e o que não é em nossa vida. Isto facilitará o estabelecimento de valores a serem agregados durante nossa existência.

Dez dicas para um bom marketing pessoal:

  1. Considere que você é uma empresa prestadora de serviços e que tem um público a ser atendido;
  2. Estabeleça seus objetivos: de longo prazo, médio prazo e de curto prazo;
  3. Liste seus pontos fortes e seus pontos fracos: melhore o que é bom e corrija o que não é;
  4. Defina o que você tem de melhor a oferecer; isto será o seu produto;
  5. Saiba quem são seus concorrentes e quais as suas características básicas;
  6. Estabeleça um padrão de qualidade a ser seguido: seja ético;
  7. Defina quanto deve ser investido neste projeto pessoal;
  8. Verifique quais as melhores maneiras de entregar o seu produto;
  9. Veja como difundir seu produto para que os outros saibam que ele existe; trabalhe sua imagem; comunique-se.
  10. Seja diferente, seja único, seja o melhor.

Fonte: Paulo Roberto Lucas de Oliveira, Coordenador de pós-graduação das Faculdades Rio Branco, em .
www.sortimentos.com

Sobre Administrador

Veja também

Corretor de imóveis: evite o estresse no dia-a-dia e aumente sua produtividade

O mal do século no ambiente empresarial tem sido o estresse.  Nessa atmosfera de pressão, …

  • Luis

    Excelente artigo.
    Não devemos esquecer de ter um plano de carreira, investindo em cursos e especialização e também se manter antenado com as principais novidades do mercado.

    Luis Alexandre
    Fatima Teixeira – Imobiliaria em Santos
    http://www.ftimoveis.com.br

  • Jorge Pinheiro

    Este artigo sobre marketing pessoal e ética profissional de um corretor realmente e muito serio.
    Existem muitos corretores amadores no mercado. Pedir indicação para quem já fez negocio eh o melhor caminho.
    Cuidado em encontrar corretoras/corretores via internet, vc pode ter muita dor de cabeça e perda de tempo.
    Ex:  RDS Imóveis – Estes profissionais são os piores que conheci ate hoje. 

  • a grande verdade é que no mercado atual não existe mais espaço para amadores ou achismos e tão pouco improvisação o corretor que não tiver um plano de fechamento de negócio com seu cliente está na roça, foi o tempo em que o corretor de imóveis era aquele cara engraçado que sabia algumas piadas, hoje estamos em uma selva e quem sobrevive e quem tem mais estratégias e formação …

  • Daniel, o asceso aos slides depende apenas de uma senha do Google. Se tiver problemas, te encaminho por e-mail.abs

  • Pingback: Veja Imobiliaria – ForoGeek()