Últimas Notícias
Home / Mercado / Corretores Associados & Outras Notas

Corretores Associados & Outras Notas

DINHEIRO SOBRANDO
Apesar da grita, tem dinheiro rolando por aí. Em São Paulo, uma incorporadora oferece studios de 45 m² a R$ 1 milhão e mais da metade das unidades já foram vendidas. O condomínio, localizado em zona nobre da capital paulista, oferece aos seus moradores elevadores com vista panorâmica, spa, sky pool, bicicletas e bar na cobertura, entre outras comodidades.

SOBE E DESCE
O IGP-M, indexador mais utilizado em contratos imobiliários, teve queda de 0,13% no mês de maio, para alívio de muitos compradores e inquilinos. A variação acumulada do índice em 2014 é de 3,2117%. Na outra ponta, o Índice Nacional do Custo da Construção de Mercado (INCC-M) teve uma alta de 1,37%, elevando o acumulado do ano para 3,4428%.

AS MAIS CARAS
Conforme revelou o Índice FipeZap, o preço médio do metro quadrado na cidade do Rio de Janeiro foi R$ 10.609,00 no mês de maio, o que fez a capital carioca receber o troféu da mais cara do País em matéria de imóveis. Em seguida, vem Brasília (R$ 8.136,00) e São Paulo (R$ 8.060,00). A média brasileira, computadas dezesseis grandes cidades, é R$ 7.494,00.

LUCRO PRESUMIDO
A pessoa jurídica que explore loteamento de terrenos, incorporação imobiliária, construção de prédios destinados à venda, venda de imóveis construídos ou adquiridos para revenda, optante pela tributação do IRPJ e da CSL com base no lucro presumido segundo o regime de caixa, deverá reconhecer a receita de venda de unidade imobiliária quando do seu recebimento, independentemente da conclusão ou entrega da mesma (Solução de Consulta Cosit nº 151/2014).

CORRETOR ASSOCIADO
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que cria a figura do corretor de imóveis associado. O texto altera a Lei nº 6.530/78, que regulamenta a profissão de corretor de imóveis, para permitir que os corretores se associem a imobiliárias, sem vínculo empregatício, mediante contrato específico, registrado no Sindicato dos Corretores. O texto seguirá agora para análise do Senado.

MULTA IRRISÓRIA
Proposta que tramita na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados prevê multas para as construtoras e incorporadoras que atrasarem a entrega de imóvel em construção. Como a ideia é obrigar a vendedora a pagar 0,5% e 1,0% sobre o valor quitado pelo comprador, a multa poderá se tornar irrisória nos casos em que a maior parte do preço for financiada.

MONITORAMENTO DO FMI
De acordo com o FMI, no ano passado o preço dos imóveis subiu em 33 dos 51 países analisados, incluindo o Brasil. Em alguns lugares, a alta decorre da recuperação pós-crise econômica de 2008, mas em outros pode indicar a formação de bolhas. O indicador utilizado pelo FMI para monitorar o mercado imobiliário está em elevação há sete trimestres consecutivos.

MERCADO ATIVO
A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança revela que, no primeiro quadrimestre deste ano, o volume de empréstimos com recursos da poupança cresceu 20% em relação a 2013. Quando comparados os últimos doze meses (base abril), o aumento chega a 30%. No primeiro trimestre, também subiu 16% o número total de imóveis financiados.

CASAS DE MADEIRA
Devido ao alto custo da construção em alvenaria, em certas regiões do Brasil, o Governo Federal autorizou a utilização de madeira em moradias, dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida. A autorização é válida apenas para a região Norte. As casas serão destinadas a agricultores familiares, pescadores artesanais, trabalhadores rurais, quilombolas, extrativistas, ribeirinhos e indígenas, que ganhem até R$ 1.600,00 mensais.

Fonte: CARLOS ALCEU MACHADO (mais Notas no site www.cam.adv.br)

Sobre Carlos Alceu Machado

Veja também

Senado Aprovou o “Cartão Reforma” & Outras Notas

SENADO APROVOU O “CARTÃO REFORMA” O Senado aprovou a medida provisória nº 715/2016, que criou …