Últimas Notícias
Home / Sem categoria / CRESCE O NÚMERO DE BRASILEIROS EM BUSCA DA CASA PRÓPRIA

CRESCE O NÚMERO DE BRASILEIROS EM BUSCA DA CASA PRÓPRIA

Imobiliárias estrangeiras desembarcam no Brasil de olho no aquecimento do mercado imobiliário. Mas o brasileiro, à procura de casa ou apartamento, enfrenta preços em alta.

Um condomínio feito sob medida para quem tem cachorro. Apartamentos que o cliente pode ver em três dimensões antes de ficarem prontos.

Com imóveis a partir de R$ 99 por mês e taxas de juros mais baixas, uma feira em São Paulo espera negociar mais de R$ 1bilhão em apenas quatro dias. O destaque é a invasão de imobiliárias estrangeiras: do Oriente Médio aos Estados Unidos.

“Nos Estados Unidos, o mercado imobiliário está em crise e, com isso, essas empresas vêm para o Brasil. Eles sabem que o Brasil está muito bem obrigada”, explicou a diretora da feira, Marly Parra.

O outro lado desse mercado aquecido é a valorização dos imóveis. Com a procura maior, terrenos e materiais de construção mais caros, o preço do metro quadrado subiu, mudando os planos de muitas famílias.

Em São Paulo, nos primeiros oito meses do ano, o aumento variou de 17% a 79% em relação ao mesmo período do ano passado.

O imóvel que Ronaldo procura subiu mais de 30%. “Vamos ter que enxugar custos ai, cortar custos pra tentar manter o orçamento equilibrado”, disse ele.

As imobiliárias dão uma dica para driblar os aumentos de preço: “Ir para os bairros novos. Nos bairros já consolidados, naturalmente, o preço vai continuar tendo sucessivos aumentos”, destacou o vice-presidente do Secovi, Elbio Fernandez Mera.

Foi a alternativa para José e Simone. Eles vão morar num bairro a 25 quilômetros do Centro de São Paulo. “Continuar guardando dinheiro para, no futuro, conseguir comprar um imóvel mais centralizado, mais próximo de onde a gente gostaria”, disse ele.

Fonte: G1

Sobre Administrador

Veja também

Marketing digital na sua empresa

Google Links Patrocinados A chance de sua empresa ter lucro com Google links patrocinados é …

  • Luis

    Realmente o aquecimento do mercado devido a demanda antes reprimida e oferta fácil de crédito facilitou esse cenário inflacionado. Os preços aqui no litoral dispararam faz tempo.

    Alexandre

    http://www.ftimoveis.com.br