Últimas Notícias
Home / Habitação / Crédito Imobiliário / E a AFTB, o que virou?

E a AFTB, o que virou?

golpe da pirâmideEm setembro de 2009 nós já falávamos aqui neste fórum sobre a perspectiva de AFTB – Associação Frutos da Terra Brasil – frustrar os sonhos de milhares de brasileiros que acreditaram na promessa da associação de comprar imóveis de forma parcelada e com juros zero.

A nossa argumentação na época era de que “a conta não fechava” e o mecanismo se parecia com aqueles esquemas de pirâmide que costumam lesar incautos em vários momentos da nossa história.

Bem, o termo AFTB deu uma esfriada na internet, apesar de ainda existirem vários sites que oferecem o “sonho da casa própria”. Numa rápida pesquisada, descobri que o Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra o presidente da AFTB, Carlos Alberto Lilienthal Rotermund, por operação de instituição financeira sem autorização e pelo uso indevido de selo de órgão público federal, além de estar em andamento uma investigação por estelionato.

O presidente da AFTB foi ouvido pela polícia e confirmou operar um sistema de “pirâmide” no qual as “contribuições” dos associados são aplicadas em investimentos do tipo CDB ou usadas para custeio da associação. No mesmo depoimento, Rotermund também afirmou que o mérito para a contemplação leva em conta a quantidade de recursos que o associado consegue captar, mas disse não haver nenhum tipo de seguro ou garantia de recebimento do crédito prometido. Ele também alegou não saber em que instituições bancárias a associação mantém conta.

Fala sério, hein?

O que se sabe é que existem milhares de pessoas na condição abaixo:

“Paguei a AFTB 150,00 reais durante dois anos e meio, ou seja 5.400,00. Diante de um contrato que depois desses meses pago seria liberado uma carta de credito no valor de 150.000,00. De repente mudaram a norma da empresa e virou sorteio, sendo que eu não assinei termo nenhum concordando com a mudança do plano. Resumindo, sou de familia muito humilde e estava com planos para casar assim que fosse liberado o credito. Agora não consigo de volta nem o que eu paguei. A empresa está se utilizando da esperança das pessoas e fazendo propaganda enganosa… Gostaria de receber tudo que já paguei de volta de uma vez e não com propostas de pagarem parcelado. Pois foi corronpido muito mais do que dinheiro, mais a alimentação de sonho que na verdade virou pesadelo.” (outras reclamações aqui).

Confira alguns trechos de matéria publicada na revista Exame:

“No caso da AFTB fica a lição: mesmo que fosse comprovada a sustentabilidade de seu sistema de financiamento, a falta de clareza acerca da categoria em que se encaixa a associação e seus métodos ainda renderia muita dor de cabeça a seus associados, e o que parece uma maneira fácil de fugir da burocracia e das altas taxas de um financiamento imobiliário tradicional pode acabar se revelando uma armadilha.”

“Com isso, o MP concluiu que o que era prometido não poderia ser cumprido. “Uma simulação do Banco Central concluiu que a atividade da entidade era insustentável da maneira que era prometido”, diz o promotor Júlio Machado. Segundo ele, algumas das pessoas que já receberam cartas de crédito da AFTB tinham ligações com dirigentes da entidade, e o critério de “premiar” com a carta de crédito quem traz novos associados “não é muito justo”.

Sobre José Ruiz

Blogger, Corretor de Imóveis, editor do Fórum Imobiliário, especialista em Marketing Digital. Perfil de Twitter e Facebook abaixo: dá uma passadinha lá..

Veja também

Aproveite o Feirão da Caixa

O Feirão da Casa Própria da caixa esta chegando e promete realizar o sonho de …