Últimas Notícias
Home / Cidades / Especulação imobiliária em Maringá

Especulação imobiliária em Maringá

Desde que foi lançado em 2009, o Minha Casa, Minha Vida aqueceu o mercado imobiliário em todo o País. Em Maringá, onde o preço já estava pressionado, a iniciativa serviu para acelerar a valorização desordenada dos imóveis.

“Na época do lançamento do programa, encontrava-se terrenos entre R$ 35 mil e R$ 40 mil. Um ano depois, os mesmos terrenos já estavam valendo R$ 50 mil e, agora, estão sendo comercializados por valores entre R$ 75 mil e R$ 80 mil”, afirma o corretor Alexandre Mota Fontes, da Imobiliária Lokatell.

Terrenos com preço inferior a esse nível são disputados ferozmente pelo mercado. “Quando aparece um terreno por R$ 65 mil é um presente”, comenta Fontes. Ele nota o mesmo aquecimento desordenado em municípios da região metropolitana. “Em Sarandi, acompanhei a negociação de um terreno bom, que custava R$ 15 mil antes do plano”, conta Fontes. Agora o imóvel é vendido pelo dobro do valor.

Os proprietários reajustam os valores de acordo com seus próprios critérios. O corretor Jorge Hideki, da Imobiliária Santa Catarina, afirma que isso ocorreu com a correção do valor máximo dos imóveis do Minha Casa.

“O programa financiava imóveis de no máximo R$ 100 mil, mas como não se encontrava unidade nesse valor em Maringá, o valor máximo foi ampliado para R$ 130 mil”, explica Hideki. A medida administrativa adotada pela Caixa foi interpretada como licença para aumentar os preços. “Os proprietários automaticamente aumentaram em 30% o valor dos imóveis”, conta Hideki.

Mesmo os agentes do mercado desconfiam que o preço cobrado pelos imóveis não corresponde à realidade, crescendo de forma oportunista diante da grande procura por moradia. “Os preços sobem de maneira desordenada, aproveitando o ‘boom’ do mercado imobiliário”, avalia Hideki.

(Nota do Fórum Imobiliário: o fenômeno identificado na bela cidade de Maringá/PR ocorre em todo o país, em alguns casos de forma bem mais agressiva. Aqui estão 2 artigos que aprofundam um pouco mais nesta questão. Um de José Ruiz e outro de Ermínia Maricato).

por Vinícius Carvalho

Sobre Administrador

Veja também

Especulação imobiliária em articulação com o sistema

Não é de hoje que a população brasileira, em especial os moradores das grandes cidades, …