Últimas Notícias
Home / Sem categoria / FINANCIAMENTOS IMOBILIÁRIOS DISPONÍVEIS NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

FINANCIAMENTOS IMOBILIÁRIOS DISPONÍVEIS NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Carta de crédito SBPE/SFH (taxa pós-fixada)Valor do imóvel: até R$ 150 mil
Limite de financiamento: R$ 135 mil

Prazo máximo: 30 anos
Juros anuais: 8,2% a 8,9%

Carta de crédito SBPE/SFH (taxa pós-fixada)Valor do imóvel: de R$ 150 mil até R$ 500 mil
Limite do financiamento: R$ 450 mil
Prazo máximo: 30 anos
Juros anuais: 9,5% a 10,5%

Carta de crédito SBPE/SFH (taxa pré-fixada)
Valor do imóvel: até R$ 130 mil
Limite de financiamento: R$ 91 mil
Prazo máximo: 15 anos
Juros anuais: 11,9% a 12,8574%

Carta de crédito SBPE/SFH (taxa pré-fixada)
Valor do imóvel: de R$ 130 mil até R$ 500 mil
Limite de financiamento: R$ 350 mil
Prazo máximo: 15 anos
Juros anuais: sob consulta

Carta de credito SBPE (fora do SFH)Valor do imóvel: a partir de R$ 450 mil
Limite de financiamento: de acordo com a capacidade de pagamento do cliente
Prazo máximo: 360 meses
Juros anuais: 10,5% a 11,5%

Carta de crédito FGTS (renda familiar de R$ 465,00 até R$ 2.325,00)
Valor do imóvel: até R$ 80 mil
Limite de financiamento: 100% do valor do imóvel
Prazo máximo: 204 meses (hipoteca) ou 300 meses (alienação fiduciária)
Juros anuais: 5%

Carta de crédito FGTS (renda familiar de R$ 2.325,01 até R$ 2.790,00)
Valor do imóvel: até R$ 80 mil
Limite do financiamento: 100% do valor do imóvel
Prazo máximo: 204 meses (hipoteca) ou 300 meses (alienação fiduciária)
Juros anuais: 6%

Carta de crédito FGTS (renda familiar de R$ 2.790,01 até R$ 3.900,00)
Valor do imóvel: até R$ 80 mil
Limite de financiamento: 100% do valor do imóvel
Prazo máximo: 204 meses (hipoteca) ou 360 meses (alienação fiduciária)
Juros anuais: 8,16%

Procotista (imóvel usado)
Valor do imóvel: até R$ 500 mil
Limite de financiamento: até 80% do valor do imóvel
Prazo máximo: 30 anos
Juros anuais: 8,66%

Procotista (imóvel novo)Valor do imóvel: até R$ 500 mil
Limite do financiamento: até 80% do valor do imóvel
Prazo máximo: 30 anos
Juros anuais: 8,66%

Fonte: Zero Hora de 21/02/10

Sobre Administrador

Veja também

Marketing digital na sua empresa

Google Links Patrocinados A chance de sua empresa ter lucro com Google links patrocinados é …

  • Gustavo Gomes

    Olá!

    Assinei um financiamento imobiliário na Caixa, mas tive uma surpresa no momento da assinatura, que tive que aceitar. Pois meu imóvel foi comprado por venda direta, e se eu solicitasse a mudança do contrato, perderia o imóvel que iria sair da lista de venda.

    Aconteceu o seguinte:

    Dei início nas documentações do financiamento dezembro, e a caixa usou um dos meus holerites com o salário bruto de R$2577,00. Porém, depois de alguns dias solicitaram mais holerites para fazerem mais cálculos. E até então tudo bem.

    O valor da taxa com o salário de R$2577 era de algo em torno de 6%, e o valor da parcela do financiamento iria dar R$767 segundo a simulação.

    Mas no dia de assinar o contrato, o que aconteceu agora no último dia 2 de fevereiro de 2017, a taxa no contrato era de 8,16% e o valor da parcela R$969. Pois usaram para a comprovação de renda o meu holerite de dezembro, que incluia o 13º, totalizando algo em torno de R$3800.

    O problema é que em janeiro meu salário já voltou a ser R$2577. O que eu posso fazer? Sou obrigado a aceitar essa taxa agora que precisei assinar o contrato? Ou posso recorrer de alguma forma para que ela seja reajustada?

    Desde já agradeço!

    Abraços!