Últimas Notícias
Home / Editores / Carlos Alceu / Governo Muda Regra de Financiamento & Outras Notas

Governo Muda Regra de Financiamento & Outras Notas

GOVERNO MUDA REGRA DE FINANCIAMENTO E BENEFICIA BANCOS
O Congresso Nacional aprovou, a toque de caixa, a Medida Provisória nº 775, que introduz nova regra aos mútuos garantidos por alienação fiduciária – que são a quase totalidade dos financiamentos. Atualmente, quando um mutuário fica inadimplente, o banco toma o imóvel e o leva a leilão, mas se receber valor inferior ao seu crédito, o devedor fica livre da obrigação; com a mudança introduzida, quem pagará essa diferença será o próprio mutuário.

IMÓVEL COMO INVESTIMENTO CONTINUA SENDO UMA BOA OPÇÃO
A compra de um imóvel é uma opção para quem deseja fazer um investimento. Neste caso, é preciso estar atento às condições do mercado imobiliário. Em certos momentos, o ganho será maior, e em outros, o retorno virá a mais longo prazo. Mas afora situações excepcionais, uma coisa é certa: trata-se de investimento que dificilmente será considerado uma má escolha.

PESQUISA MOSTRA CRESCIMENTO DO MERCADO IMOBILIÁRIO
A demanda por imóveis, um dos setores mais impactados pela crise, dá sinais de melhora. As buscas na internet por compra, venda ou aluguel de unidades no Brasil cresceram 44% no primeiro semestre, quando comparadas com o mesmo período do ano passado, segundo levantamento do Google. As procuras por aquisições de imóveis cresceram 71%, enquanto a busca por aluguel teve alta de 21%.

QUEDA NO PREÇO DAS RESIDÊNCIAS ACELEROU EM JULHO
O preço médio dos imóveis residenciais no País recuou 0,19% em julho, na comparação com junho. A queda foi mais forte do que em junho, quando a retração atingiu 0,09% na comparação com maio. Os dados são de pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, que levantou os dados em nove capitais, a partir de laudos feitos por bancos para imóveis comercializados mediante liberação de financiamento.

VENDAS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS SUBIRAM 0,9% NO 1º SEMESTRE
As vendas de imóveis residenciais novos cresceram 0,9% nos primeiros seis meses do ano, ante o mesmo período de 2016, ao passo que os lançamentos recuaram 3,5%. Ao todo, foram vendidas 50.250 unidades no semestre, sendo 30.887 no segmento Minha Casa, Minha Vida – número 26,5% maior do que um ano antes. O MCMV também respondeu por 26.364 das 30.530 unidades lançadas no período, representando uma alta de 9,7%.

BANCOS REDUZEM JUROS E ACIRRAM CONCORRÊNCIA COM A CAIXA
Com os sucessivos cortes na taxa básica de juros, o juro para o crédito imobiliário nas linhas mais procuradas está em queda no país. Em muitos bancos, as taxas anuais já recuaram para o patamar de um dígito. Segundo dados do Banco Central, a taxa média para financiamento da casa própria para pessoas físicas caiu dois pontos percentuais em um ano, passando de 11,2% em junho de 2016 para 9,2% em junho deste ano. E segundo os analistas, a tendência de queda continua.

INVESTIDORES INICIAM RETORNO AO MERCADO IMOBILIÁRIO
Foi divulgado o Raio-X FipeZAP do 2º trimestre de 2017 e os números mostram novos dados sobre as condições e expectativas do mercado imobiliário. De acordo com o relatório, percebe-se que a participação dos investidores no total de compradores teve uma ligeira recuperação. Destaca-se, entre a modalidade de investimentos, o aumento das pessoas interessadas em adquirir um imóvel para alugá-lo.

LANÇAMENTOS IMOBILIÁRIOS AQUECEM AS VENDAS EM TODO O PAÍS
O mercado imobiliário voltou a crescer no Brasil. Nos últimos 12 meses, as vendas líquidas tiveram uma alta de 11,6%, enquanto os lançamentos imobiliários já aumentaram 8% em todo o País, segundo dados fornecidos pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias. A expectativa é que, até o final do ano, esses números cresçam ainda mais.

 

Sobre Carlos Alceu Machado

Veja também

Decisão do STJ Favorece o Mercado Imobiliário & Outras Notas

DECISÃO DO S.T.J. FAVORECE O MERCADO IMOBILIÁRIO O Superior Tribunal de Justiça decidiu que o …