Últimas Notícias
Home / Construção / Lançamentos / Grande Florianópolis ganha seu primeiro Jardim Botânico

Grande Florianópolis ganha seu primeiro Jardim Botânico

Residencial Jardim Botânico, São José, Florianópolis, Santa CatarinaCom um projeto paisagístico diferenciado e inovador, o novo empreendimento da J.A Construções é um dos poucos a ter uma área verde de preservação permanente que supera a área ocupada pelos lotes e área pública.

O município de São José, na Grande Florianópolis, irá receber da iniciativa privada um Jardim Botânico. O projeto faz parte do novo empreendimento da J.A Construções, o Residencial Jardim Botânico de São José, um loteamento aberto, totalmente planejado e sustentável. O primeiro do país a vincular um loteamento a um Jardim Botânico. O empreendimento irá preservar 56% de sua área total, possibilitando aos seus moradores viverem dentro de um museu de plantas, com uma grande área verde preservada. De acordo com o diretor da J.A Construções, Davi Corrêa, construir imóveis de qualidade é um princípio básico, um requisito imprescindível. “O foco da J.A está em criar um estilo de vida diferenciado, agregando aos seus projetos uma concepção urbanística moderna, infra-estrutura completa, alto potencial de valorização do investimento e respeito socioambiental”, explica o diretor.

Além do conceito diferenciado e inovador, o Residencial Jardim Botânico de São José vai cooperar com as estratégias globais de conservação de espécies vegetais e com o plano de ação para Jardins Botânicos Brasileiros. No âmbito regional, o Jardim Botânico promoverá a pesquisa científica e conservará espécies da flora da Mata Atlântica, ameaçadas de extinção. “A idéia é que alunos das escolas e das universidades da Grande Florianópolis possam utilizar a área verde como fonte de pesquisa e aulas diferenciadas sobre meio ambiente, preservação e plantas“, ressalta o coordenador de meio ambiente da J.A Construções, Rafael Martins da Silva.

O terreno do empreendimento possui uma área total de 849 mil m2, dos quais 351 mil m2 serão ocupados pelo Residencial e o restante será destinado à preservação ambiental, ou seja, ao Jardim Botânico. “Nós levaremos ao Jardim Botânico de São José plantas da região que figuram entre as ameaçadas de extinção, como por exemplo, araucárias e bromélias e as preservaremos nesse espaço”, destaca o presidente da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas e colaborador da J.A e da prefeitura na implantação do Jardim Botânico de São José, João Neves Toledo. O presidente lembra ainda que essa é a função de um Jardim Botânico, preservar as espécies. “Hoje temos apenas 4% de floresta natural de araucária no Brasil. É esse tipo de planta que nos interessa. Quanto maior é a escassez, maior é o interesse de um Jardim Botânico na espécie”, explica Toledo.

O Residencial Jardim Botânico de São José conta também com parque infantil, academia ao ar livre, campo de futebol society com área para churrasqueira e praça de convivência. Além disso, a J.A Construções assumiu o compromisso de entregar a área de preservação do Jardim Botânico e também uma sede em estilo açoriano, uma estufa de plantas e um anfiteatro ao ar livre à prefeitura do município de São José, que ficará responsável pela manutenção dos espaços que serão abertos à população. Segundo o prefeito do município de São José, Djalma Berger, este é um novo modelo de relação entre o Poder Público e a iniciativa privada. “Percebo uma visão diferenciada do empreendedor, que não se preocupa somente com o seu empreendimento, mas com todo o município”, ressalta o prefeito. Berger também destacou a importância da iniciativa para a região. “Essa é uma parceria que vai trazer muitos outros filhos para a nossa cidade, proporcionando maior qualidade de vida”, conclui.

O Jardim Botânico de São José fará parte do conjunto da Rede Brasileira de Jardins Botânicos que já possui 34 jardins homologados.

Empreendimento sustentável

O Residencial Jardim Botânico de São José será construído propondo soluções que visem a conservação da flora e da biodiversidade local. Para isso, a J.A Construções está desenvolvendo diversas ações sustentáveis que colaboram com a preservação do meio ambiente. Entre elas, a realocação de bromélias e orquídeas do terreno onde está sendo construído o Residencial. Até o momento, a J.A Construções já resgatou mais de 100 flores, que serão realocadas na área florestal do condomínio. O objetivo, de acordo com o biólogo Rafael Garziera Perin, é minimizar os impactos ambientais decorrentes das construções previstas no projeto urbanístico do empreendimento. Outra novidade é a concepção de um Manual do Proprietário para o Condomínio que balizará uma ocupação urbanística harmônica, que preserve um alto nível de qualidade da paisagem, de forma que os moradores possam interagir da melhor maneira com o Jardim Botânico que funcionará na extensão do empreendimento.

O princípio da sustentabilidade, de acordo com o presidente da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas, João Neves Toledo, é utilizar todo o recurso disponível, sem esgotá-lo. “É isso que nós estamos fazendo no Residencial Jardim Botânico de São José. Vamos propor soluções sustentáveis para toda a fauna e diversidades biológicas que encontrarmos no local” explica Toledo. Os coqueiros, segundo o presidente, são um exemplo disso, já que eles não serão cortados e sim transplantados para regiões de preservação.

A atitude sustentável vai trazer inúmeros benefícios para o empreendimento e para a população, como a economia de recursos, já que todas as espécies de plantas utilizadas no Jardim Botânico serão locais – evitando o gasto com espécies vindas de fora – e também a produção de conhecimento, tendo em vista o acompanhamento e catalogação de cada um das espécies que serão plantadas ou realocadas no jardim. “As árvores farão parte de um acervo do Jardim e de um enorme banco de dados público. O Jardim será uma coleção pública e poderá ser pesquisado por todos”, revela Toledo.

Além dessas soluções, o Residencial pretende modificar o mínimo possível a área verde, aplicar materiais ecologicamente corretos e da região em sua construção, investindo na cadeia produtiva do município, além de desenvolver ações ecologicamente corretas com os moradores, incluindo a coleta de lixo reciclável e gerenciamento de resíduos, propondo mudanças de hábito. “O morador do residencial viverá junto a um museu de plantas e terá um manual que garanta padronizações visuais e de procedimentos, assegurando qualidade de vida ao seu dia a dia”, conclui Davi Corrêa de Souza.

Lançamento

Jardim Botânico São José Residencial - LançamentoO coquetel de lançamento do Residencial Jardim Botânico de São José aconteceu na noite de 18 de janeiro, no Centro de Eventos do Shopping Ideal. O evento foi marcado pela assinatura do Protocolo de Intenções, que mostra o interesse da J.A Construções em doar a área e edificações pioneiras do Jardim Botânico de São José à prefeitura. A partir de agora, o prefeito tem a responsabilidade de criar o projeto de lei do Jardim Botânico e, em seguida, encaminhar à Câmara para aprovação. “Acredito que em pouco tempo o projeto de lei será aprovado e poderemos dar continuidade ao trabalho”, assinalou o prefeito Djalma Berger. A Superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de São José, Maria Teresa Kretzer, também esteve presente no evento e elogiou a iniciativa “O empreendimento é um exemplo de crescimento, ocupação e preservação”, ressaltou.

Sobre Administrador

Veja também

Vila Mariana e Campo Belo: bairros mais visados para lançamentos comerciais em SP

Todo mundo sabe que São Paulo é o motor da economia nacional, tendo um importante …

  • Pingback: Grande Florianópolis ganha seu primeiro Jardim Botânico | Finance Planet()