Últimas Notícias
Home / Mercado / Liberados do Creci & Outras Notas

Liberados do Creci & Outras Notas

CORPO PINTADO
O mercado imobiliário da China está tão concorrido, que lá as imobiliárias estão alugando até o corpo de modelos para divulgar os empreendimentos à venda. O mais comum é a pintura de plantas baixas nas costas das mulheres. O crescimento do mercado imobiliário chinês é tão forte, que, calcula-se, sejam construídas no mínimo uma dúzia de cidades novas por ano.

SITUAÇÃO CONFORTÁVEL
Conforme o Banco Central, a segurança das operações de empréstimo para aquisição de imóveis está em um nível confortável no País. Segundo o BC, os principais indicativos são a inadimplência inferior a 2% e o LTV (que mostra a fatia do financiamento em relação ao valor total do imóvel) na faixa de 70%. Para o BC, há bastante espaço para crescimento desse crédito no Brasil.

LIBERADOS DO CRECI
De acordo com decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, as pessoas que fazem mera propaganda de imóveis (distribuição de prospectos, porte de placas/faixas, indicação de localização etc.) prestam um tipo de serviço diferente do exercido por um corretor de imóveis, não estando sujeitas, portanto, a registro no CRECI para poderem exercer sua atividade profissional.

LUCRANDO COM FIANÇA
Dominando aproximadamente 94% do mercado de seguro-fiança no País, a Porto Seguro gerou uma receita de R$ 283 milhões e registrou apenas R$ 73 milhões (26%) em sinistros, entre maio de 2012 e maio de 2013 – um lucro operacional de R$ 210 milhões. Há poucos anos, quando a maioria das grandes seguradoras brasileiras deu-se conta desse filão, a Porto Seguro já era dona desse mercado.

MAIS NEGÓCIOS
Os lançamentos de imóveis residenciais na cidade de São Paulo cresceram 52% e as vendas aumentaram 45,8% ao longo do primeiro semestre de 2013, em relação a igual período de 2012. Conforme o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), este foi o melhor semestre da história do mercado imobiliário paulistano, superando o de 2010.

CRÉDITO EM ASCENSÃO
O Banco do Brasil continua expandindo sua carteira de crédito imobiliário, buscando firmar-se como concorrente direto da Caixa Econômica Federal. No segundo trimestre deste ano, os empréstimos para a compra de imóveis, destinados às pessoas físicas, tiveram uma alta de 21%, na comparação com março. Em doze meses, o crescimento foi de 78,8% (R$ 13,745 bilhões).

IMÓVEIS PARA IDOSOS
O olhar das construtoras já começou a se movimentar para aquela faixa da população que, até 2020, deverá superar 30 milhões de pessoas. Chegam ao mercado os primeiros imóveis construídos para idosos, com pisos não escorregadios e sem desníveis, interruptores à altura dos braços, iluminação adequada, portas e passagens mais largas, banheiros especiais, barras de apoio e maçanetas de forma reta.

SEM COMISSÃO
Está em discussão na Justiça Federal o direito da CEF cobrar corretagem das pessoas que adquirem imóveis remanescentes dos chamados Feirões da Casa Própria, independentemente de existir ou não convênios nesse sentido com os CRECIs. Para o Ministério Público Federal, autor da ação civil pública onde o assunto está sendo debatido, em Minas Gerais, trata-se de venda casada.

FUNDOS EM BAIXA
Ao contrário de 2011 e 2012, anos durante os quais os fundos imobiliários tiveram uma rentabilidade média de 28%, 2013 não está sendo bom para os investidores: até o início do mês de agosto, o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários já tinha se desvalorizado mais de 10%. De acordo com os especialistas na área, a queda é consequência das altas da taxa Selic e da acomodação do mercado.

Fonte: CARLOS ALCEU MACHADO (mais comentários no Facebook)

Sobre Administrador

Veja também

Caixa Reduz Juros do Crédito Imobiliário & Outras Notas

CAIXA REDUZ OS JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO A Caixa Econômica Federal anunciou a redução da …