Últimas Notícias
Home / Habitação / Crédito Imobiliário / O consórcio imobiliário no novo cenário de mercado

O consórcio imobiliário no novo cenário de mercado

Financiamento ou consórcio? Esta é uma das questões frequentes na hora de decidir como comprar a casa própria. Existem formas de pagamentos e financiamentos flexíveis para concretizar o desejo de aquisição do imóvel. É neste momento que surgem dúvidas com relação à comodidade e as possibilidades que o consórcio oferece.

Há alguns meses, a vantagem do sistema de consórcio sobre o financiamento bancário era muito grande. Hoje, esse cenário mudou. “As condições de financiamento melhoraram, a facilidade aumentou e a burocracia na hora de financiar casas e apartamentos por meio dos bancos diminuiu”, analisa Fábio Kurbhi, vice-presidente Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic).

“Ainda assim – continua o executivo, as taxas de correção do consórcio continuam mais baixas, o que atrai os investidores. Nos sistemas de consórcio não há juros. O que existe é uma taxa de administração, cujo valor varia de acordo com a empresa contratada, mas é, sem dúvida, bem abaixo dos juros de um financiamento bancário”, esclarece.

Este tipo de compra vem crescendo em todo o país nos últimos anos. Aabic menciona que, de acordo com pesquisas recentes, o Brasil possui mais de meio milhão de consorciados. Entretanto, o prazo para a obtenção do crédito depende de fatores diversos, o que pode não ser atrativo para quem tem pressa de adquirir o bem. “O consórcio é mais requisitado por pessoas que desejam adquirir a propriedade de forma mais econômica, mas com a possibilidade de maior espera”, diz Kurbhi.

No consórcio, explica a Aabic, o cotista aguarda ser sorteado para ter direito a usufruir da carta de crédito, ou opta por reduzir a espera oferecendo um lance (antecipação de valores). O maior lance oferecido no grupo de consorciados é o vencedor. Uma vez que o lance é prerrogativa de todos que participam do grupo, pode ocorrer duas ou mais ofertas no mês, vencendo a de maior valor. Os demais lances não ficam retidos.

Há também casos de pessoas que ao invés de entrar em um consórcio e esperar ser contemplado, optam por comprar a cota de alguém que já tenha sido sorteado. Contudo, alguns cuidados são essenciais na hora da aquisição de um consórcio ou cota contemplada, alerta a Aabic, e oferece orientações, conforme a seguir.

CUIDADOS AO ADQUIRIR CONSÓRCIOS

O interessado deve certificar-se das condições do contrato de cada instituição bancária, e avaliar cuidadosamente o valor das parcelas que poderá assumir.

Na hora de optar por um consórcio, o interessado deve estar ciente de todas as informações necessárias para não cair em armadilhas.

Além de ler atentamente as cláusulas contratuais, o consorciado deve ter conhecimento do registro da instituição no Banco Central, que avalia a capacidade financeira, econômica e gerencial de todas as empresas que oferecem esse tipo de serviço.

CUIDADOS AO ADQUIRIR QUOTA CONTEMPLADA

Confira com a Administradora se a cota é realmente contemplada.

A entrega de qualquer documentação deve ser feita pssoalmente.

É importante que os pagamentos sejam feitos pessoalmente, dentro da administradora de origem da cota, nunca por telefone ou internet.

Desconfie de preços baixos e facilidades que não condizem com a realidade.

Em caso de dúvidas, consulte um advogado de confiança.

Fonte: ImovelWeb

Sobre Administrador

Veja também

Aproveite o Feirão da Caixa

O Feirão da Casa Própria da caixa esta chegando e promete realizar o sonho de …