Últimas Notícias
Home / EAD / Corretores de imóveis precisam saber dar bom exemplo

Corretores de imóveis precisam saber dar bom exemplo

Quando pensamos sobre o que os corretores de imóveis precisam fazer para serem vencedores, a nossa primeira reflexão, nos remete a uma avaliação sobre, como eles estão empreendendo as suas atividades profissionais, no dia-a-dia.

Aí, ponderamos se estão ou não, atuando de forma diligente, procurando sempre chegar, antecipadamente, nos horários agendados; se estão fazendo a “lição de casa” e estudando os imóveis que pretendem oferecer; se realizam as entrevistas de vendas com habilidade; se falam a “língua dos benefícios”, quando demonstram os imóveis para os clientes; se estão providenciando a identificação de novos imóveis para serem agenciados ou captados; como estão evoluindo os contatos com novos clientes por telefone ou através da internet; se estão animados, bem dispostos e entusiasmados com o que estão empreendendo.

Neste afã de avaliar, fica-se preso aos “aspectos profissionais” e deixa-se de dar atenção para outros cuidados, que devem ser considerados. São providências que dizem respeito aos cuidados familiares, e que, por extensão, também, repercutem no marketing pessoal dos vencedores.

Exemplo, os corretores de imóveis casados e com filhos, devem acompanhá-los ao colégio e estarem presentes sempre, inclusive participando dos encontros de pais e mestres. Estas iniciativas, além de salutares para o convívio familiar e a relação entre pais e filhos, permite aos profissionais, estenderem e manterem a sua rede de relacionamentos. A preocupação com os filhos exige uma atenção muito grande.

Assim como querem ser corretores de imóveis vencedores, querem que os seus filhos os vejam como “o melhor pai ou mãe do mundo”. Para conquistarem estas glórias, precisam saber mostrar a eles, através de exemplos. Assim, precisam mostrar que, para conquistarem as suas vitórias, atuam com comedimento em tudo o que fazem. Exemplo: bebe com moderação, evita o fumo e o famigerado crack – este, o pior de todos os vícios e, inadmissível a todos aqueles que pretendem ser corretores de imóveis vencedores e “o melhor pai ou mãe do mundo”.

Fonte: Sylvio Lindenberg – Mercado Imobiliário / E-mail slindenberg@terra.com.br

Sobre Administrador

Veja também

Corretor de imóveis: evite o estresse no dia-a-dia e aumente sua produtividade

O mal do século no ambiente empresarial tem sido o estresse.  Nessa atmosfera de pressão, …