Últimas Notícias
Home / Editores / Carlos Alceu / Plantas em 3D & Outras Notas

Plantas em 3D & Outras Notas

MERCADO CRESCEU 13%
De acordo com o Anuário da Lopes Imóveis, que abrangeu 98 municípios (91% do mercado, com um VGV geral de R$ 81,9 bilhões), o mercado cresceu 13% no ano passado. Foram lançados 1.579 empreendimentos, 3.001 torres e 196.292 unidades; do total, 85% são empreendimentos residenciais verticais (1.342 lançamentos), 11% comerciais (181) e 4% hotéis e flats (56).

OS MAIORAIS DE 2013
Ainda em 2013, os dez municípios com maior valor de Valor Geral de Vendas (VGV) foram São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Goiânia, Santos, São Bernardo do Campo e Guarulhos. Dentre os apartamentos lançados, a predominância foi dos de 2 dormitórios (53%), seguidos dos de 3 dormitórios (29%), de 1 dormitório (13%) e de 4 ou mais dormitórios (5%).

CALCULADORA DE FINANCIAMENTO
Uma parceria entre o jornal Folha de São Paulo e o site Canal do Crédito, resultou na criação de uma calculadora de portabilidade de crédito imobiliário. Quem está interessado em saber qual seriam as condições do seu mútuo habitacional em outra instituição financeira, pode recorrer à calculadora. Os experts dizem que a portabilidade pode ser interessante para quem já pagou, no máximo, 15% do seu débito.

PLANTAS EM 3D
Mais uma vez, a construtora Tecnisa traz inovações tecnológicas ao mercado. Desta feita, o diferencial são plantas em três dimensões (3D), disponibilizadas em seu site para alguns empreendimentos. Segundo o blog Marketingimob, o internauta pode manipular as plantas e fazer simulações com móveis, o que permite se ter uma noção mais real das dependências de um apartamento.

MENOR TRIBUTAÇÃO
A inclusão da categoria dos corretores de imóveis no Simples Nacional – o sistema de arrecadação simplificada de impostos do Governo Federal – vai beneficiar milhares de profissionais do ramo. O corretor autônomo paga, atualmente, cerca de 30% em impostos sobre seu faturamento, mas, no Simples, sua tributação será entre 6% (faturamento anual de até R$ 180 mil) e 17,42% (faturamento anual até R$ 3,6 milhões).

SOLUÇÃO DE CONSULTA COSIT Nº 151, DE 09/06/14
Para fins de apuração da base de cálculo do IRPJ pelo regime do lucro presumido, será aplicado o percentual de 8% (oito por cento) às receitas de juros e multa de mora decorrentes de atraso no pagamento de prestações relativas à comercialização de imóveis, auferidas por pessoa jurídica que explore atividades imobiliárias referentes a loteamento de terrenos, incorporação imobiliária, construção de prédios destinados à venda, bem como a venda de imóveis construídos ou adquiridos para a revenda, desde que esses acréscimos sejam apurados por meio de índices ou coeficientes previstos em contrato.

GOSTO DO INVESTIDOR
Recente pesquisa da Hibou revelou quais são os fatores mais relevantes que induzem os investidores brasileiros a adquirir um imóvel. Para 45% deles, o importante é o ponto e também a facilidade de acesso; para 24%, os custos; para 11%, a possível valorização; para 6%, a infraestrutura da região; para 5%, a marca da construtora. Os demais (9%) responderam “outros”.

PERFIL DO INVESTIDOR
A mesma pesquisa mostrou que, em São Paulo, a grande maioria (69%) dos investidores entrevistados é casada, e que mais de dois terços deles viajam ao exterior pelo menos duas vezes por ano. A idade média desses investidores é de 43,3 anos, e 22% comprou algum imóvel para investimento nos últimos seis meses. A internet ( 84%) é a grande detentora da atenção deste público.

IMOBILIÁRIA BOUTIQUE
Ao contrário do que muita gente pensa, as chamadas imobiliárias boutique não foram criadas para vender apenas os imóveis mais caros. A ideia, na verdade, é oferecer imóveis diferenciados para uma clientela selecionada, que privilegia, entre outras coisas, projeto arquitetônico e design interior. Um atendimento muito especial a vendedores e compradores, também caracteriza o negócio.

Fonte: CARLOS ALCEU MACHADO (mais Notas no site)

Sobre Carlos Alceu Machado

Veja também

Caixa Reduz Juros do Crédito Imobiliário & Outras Notas

CAIXA REDUZ OS JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO A Caixa Econômica Federal anunciou a redução da …